Assine Receba Nossas Atualizações.

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Entristece o matuto do sertão Quando escuta a cantiga da acauã

,

Quando o sol causticante está a pino
O sertão mais parece um fogareiro
Treme o sol, de tão quente, no terreiro
Sertanejo se sente pequenino
Pela triste ironia do destino
Muito cedo se acorda de manhã
E na busca incansável no afã
Corre atrás à procura do seu pão
Entristece o matuto do sertão
Quando escuta a cantiga da acauã


Grito forte, tristonho e insistente
Na encosta da serra, ela lamenta
Muita gente lhe chama agourenta
Mas só Deus é quem sabe o que sente
Talvez cante com pena dessa gente
Que em troca lhe chamam de vilã
Com a seca se torna nossa irmã
Mas seu canto nos traz desolação
Entristece o matuto do sertão
Quando escuta a cantiga da acauã

(Carlos Aires)

0 comentários to “Entristece o matuto do sertão Quando escuta a cantiga da acauã”

Postar um comentário

Obrigado por nos dar sua visita ela é muito importante para nós.
obrigado e volte sempre

 

SEGUIDORES DO G+

Seguidores

FACEBOOK

Agroecologia News Copyright © 2011 | Template design by JP DESIGN - Criação de Arte Digital | Powered by Blogger Templates