Assine Receba Nossas Atualizações.

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Poema de Ronaldo Cunha Lima

,

Pressentindo emoções, que hão de vir,
Temo não preencher os seus espaços.
Vou dividir meu ser e ser pedaços,
Substabelecendo o meu sentir.

Cada parte de mim vai se incumbir
De uma só emoção, definir traços,
Dizer do ajustamento dos abraços
E tudo, fielmente, traduzir.

Cada fração, então, irá cuidar
Do sorriso, da lágrima, do olhar,
De modo transparente e bem visível.

Que paz e harmonia haja entre elas.
Do contrário, abrirei novas janelas,
Voltarei a ser uno e indivisível.

0 comentários to “Poema de Ronaldo Cunha Lima”

Postar um comentário

Obrigado por nos dar sua visita ela é muito importante para nós.
obrigado e volte sempre

 

SEGUIDORES DO G+

Seguidores

FACEBOOK

Agroecologia News Copyright © 2011 | Template design by JP DESIGN - Criação de Arte Digital | Powered by Blogger Templates