Assine Receba Nossas Atualizações.

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

ASA reafirma parceria para implementação de tecnologias

,

Rede formada por cerca de mil organizações da sociedade civil, entre elas a Diaconia, a Articulação no Semiárido Brasileiro (ASA) assinou, no último mês de janeiro, dois novos termos de parceria junto ao Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), visando a implementação de oito tipos de tecnologias sociais de captação e armazenamento de água de chuva. O investimento será de R$ 177 milhões, voltados para garantir uma melhor convivência dos agricultores familiares com os períodos de estiagem e pós-seca no Semiárido brasileiro.

Através do Programa Um Milhão de Cisternas (P1MC), a água própria para o consumo será levada a 85 municípios dos estados do Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí, Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Bahia e Minas Gerais. Serão 34.910 famílias beneficiadas com as cisternas de placas de 16 mil litros (foto). Isso significa uma média de 175 mil pessoas, que habitam a região, tendo acesso a um direito básico e fundamental: a água.

Para complementar, outras 13.315 famílias conquistarão tecnologias que guardam água destinada à produção de alimentos. Serão 4.100 cisternas-calçadão, 1.900 cisternas-enxurrada, 315 barragens subterrâneas, mil barraginhas, 2 mil barreiros-trincheira, 200 tanques de pedra e 200 bombas d’água popular. Essas implementações compõem o Programa Uma terra e Duas Águas (P1+2), cujo investimento será de cerca de R$ 96 milhões.

De acordo com o coordenador do P1MC, Jean Carlos Medeiros, a renovação da parceria entre a ASA e o governo federal representa a continuidade de um trabalho sério que já vem sendo desenvolvido a mais de uma década. “Representa também o reconhecimento público por parte do governo federal das ações da ASA”, avalia. O coordenador do P1+2, Antônio Barbosa, complementa: “esse Termo de Parceria valoriza também a parte mais metodológica, as experiências, ou seja, agricultores e agricultoras produzem conhecimentos que se confrontam com a realidade, como a forma diferente de manejar terra, animais”.

Parceria havia sido interrompida em 2011 – Em dezembro de 2011, o governo federal anunciou a ruptura da parceria com a ASA e, paralelamente, iniciou a distribuição de cisternas de polietileno (PVC), alegando que seria mais rápido levar água até às famílias do Semiárido.

Em protesto, cerca de 15 mil pessoas que vivem e trabalham no Semiárido atravessaram a ponte que separa Juazeiro e Petrolina, ocupando as ruas da cidade do sertão pernambucano, para dizer "não" às cisternas de plástico e para reivindicar a participação da sociedade civil na construção da política pública.

Fonte:http://www.diaconia.org.br/novosite/midia/int.php?id=485

0 comentários to “ASA reafirma parceria para implementação de tecnologias”

Postar um comentário

Obrigado por nos dar sua visita ela é muito importante para nós.
obrigado e volte sempre

 

SEGUIDORES DO G+

Seguidores

FACEBOOK

Agroecologia News Copyright © 2011 | Template design by JP DESIGN - Criação de Arte Digital | Powered by Blogger Templates