Assine Receba Nossas Atualizações.

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Tenho tanta saudade acumulada Que nem sei se dá tempo de contar

,

Eu troquei o sudeste violento
No sertão que é mais calmo e mais seguro
A fumaça eu troquei pelo ar puro
O metrô apertado em um jumento
O aperto do meu apartamento
Por um sítio espaçoso pra morar
Ravioli, espaguete e caviar
Pela carne de bode e a buchada
Tenho tanta saudade acumulada
Que nem sei se dá tempo de contar

Marcos Rabelo

0 comentários to “Tenho tanta saudade acumulada Que nem sei se dá tempo de contar”

Postar um comentário

Obrigado por nos dar sua visita ela é muito importante para nós.
obrigado e volte sempre

 

SEGUIDORES DO G+

Seguidores

FACEBOOK

Agroecologia News Copyright © 2011 | Template design by JP DESIGN - Criação de Arte Digital | Powered by Blogger Templates