Assine Receba Nossas Atualizações.

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Trecho do poema “Ceará Selvagem” de Rogaciano Leite

,


Aqui por estas areias
Já correram muitos pés...
Estalaram muitos arcos,
Vibraram muitos borés...
Estes garbosos coqueiros
São fantasmas de guerreiros
Que o tempo não quis matar!
Estas palmeiras delgadas
São índias apaixonadas
Por homens brancos do mar!
Trecho do poema “Ceará Selvagem” de Rogaciano Leite

0 comentários to “Trecho do poema “Ceará Selvagem” de Rogaciano Leite”

Postar um comentário

Obrigado por nos dar sua visita ela é muito importante para nós.
obrigado e volte sempre

 

SEGUIDORES DO G+

Seguidores

FACEBOOK

Agroecologia News Copyright © 2011 | Template design by JP DESIGN - Criação de Arte Digital | Powered by Blogger Templates